Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

100 Histórias para Partilhar

Este blog pretende ser um espaço de partilha da prática pedagógica de uma educadora de infância. Todos os textos ,fotos e videos estão sujeitos ao RGPD.

100 Histórias para Partilhar

Este blog pretende ser um espaço de partilha da prática pedagógica de uma educadora de infância. Todos os textos ,fotos e videos estão sujeitos ao RGPD.

Dom | 14.10.18

Cenário Pedagógico III- Os instrumentos de organização e gestão

Precisamos de ver, na escola, pequenos oásis que (re)confortam. Gestos que nos animam. Oportunidades que nos encantam e alentam. Poderes que nos gratificam. Precisamos de tempos de encontros e de celebração. Precisamos de nos felicitar uns aos outros. Porque estes motivos também existem. E são eles que nos podem animar e ampliar uma disposição gerada por estes mil espelhos de alegria. (Alves, 2011)

Sabe-se que para que a aprendizagem aconteça é fundamental que a sala de aula esteja organizada ( espaço e tempo) para que as crianças se apropriem da mesma , isto é saibam o que podem fazer, onde encontrar o que precisam para realizar os seus projetos, saibam como gerir o tempo, isto é consigam prever o que vai acontecer.Trata-se da organização do espaço em áreas de trabalho de forma a facilitar o livre acesso dos alunos aos materiais e da gestão do tempo, de maneira a permitir a realização diária de trabalho autónomo, decorrente dos seus interesses e necessidades em termos de aprendizagem. Neste sentido, depois de identificadas as áreas de trabalho há que começar a construir os instrumentos que nos sirvam de apoio a essa organização e que permitam às crianças iniciarem o seu processo de aprendizagem em autonomia. Iniciámos assim a construção da nossa agenda semanal, com alguns dos momentos já experienciados .

A agenda semanal ajuda as crianças a compreenderem as rotinas semanais prevendo o que vai acontecer, apoiando-as na sua planificação.

DSCN530711.jpg

DSCN5309.JPG

 Como construimos  a agenda semanal? 

À medida que vamos colocando questões que interessam a todos, vamos decidindo qual o dia da semana que a vamos trabalhar. As questões surgem no momento da manhã, ou durante o tempo das comunicações e muitas vezes são a consequência da clarificação do discurso por parte da educadora, que tem aqui um papel fundamental e ajudar na expansão do discurso das crianças, isto é ajudar as crianças a explicarem melhor o que querem dizer.

DSCN5342.JPG

 "nos exigimos resolver todos os problemas da vida da escola, de modo participado, em gestão cooperativa: é com os alunos que decidimos horários e a agenda dos trabalhos - planeamos; é com eles que arranjamos fundos, que fazemos contas, lançamos balancetes - gerimos finanças; com eles também levantamos projetos, distribuímos tarefas - avaliamos o trabalho e a dimensão moral de todas as nossas atitudes e comportamentos" (Niza, 1978 citado em Niza 2012, p. 56)

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.